CITI has stopped operations in 2014, to co-launch NOVA LINCS THIS SITE IS NOT BEING UPDATED SINCE 2013
citi banner
Home Page FCT/UNL UNL
  Home  \  Graduation Activities  \  Post-Graduation Page Login  
   
banner bottom
File Top
Test Selection from Algebraic Petri Nets: an operational method and a tool
MSc Post-Graduation
Abstract:

Com o presente trabalho pretendemos desenvolver uma ferramenta de selecção de baterias de testes, baseada na metodologia MDD (Model Driven Development) e em particular em técnicas Model Based Testing (MBT). No contexto do MBT, as baterias de testes são geradas a partir de um modelo do sistema a testar e de uma especificação de testes que selecciona, de todas as possibilidades (no caso geral as baterias de teste contêm uma infinidade de testes), os testes válidos e pertinentes. Anteriormente a este trabalho foi desenvolvida uma linguagem de especificação de testes chamada SATEL, cuja semântica está descrita em [1]. Esta linguagem de selecção de testes pode ser aplicada a modelos de duas linguagens de especificação – CO-OPN [2] e HALL [3]. Em particular, para HALL existe uma implementação parcial da ferramenta de selecção de testes, escrita em Java e Prolog. Por outro lado está actualmente a ser desenvolvida na Universidade de Genebra uma ferramenta de model checking sobre redes de Petri algébricas (APN), chamada Alpina [4]. Os autores desta ferramenta pretendem que a mesma seja estendida com capacidades de geração de teste. Existem então três objectivos principais para este trabalho de mestrado: O primeiro corresponde à aplicação da abordagem de selecção de baterias de teste a redes de Petri algébricas (APN). As APN são um formalismo de especificação de sistemas concorrentes simples, mas poderoso. O estudo da selecção de baterias de teste a partir de modelos APN abre a via à extrapolação da abordagem SATEL como método genérico de selecção de baterias de teste para qualquer linguagem de especificação; O segundo prende-se com a integração da ferramenta de geração de testes com a ferramenta chamada Alpina. Alpina contém um editor de redes de Petri algébricas, o que facilita todo o aspecto de desenvolvimento de um editor gráfico para o trabalho; Finalmente, o terceiro corresponde ao desenvolvimento e à optimização de algoritmos para a implementação da abordagem. O aluno terá de tomar decisões de implementação que lhe permitam adaptar o trabalho já desenvolvido ao novo contexto das APN. De modo mais concreto, o trabalho passará pelas seguintes fases: Operacionalização da semântica da primeira fase da linguagem SATEL, que consiste na expansão de templates de teste de acordo com condições sobre algumas variáveis que fazem parte da especificação de teste. Esta fase é independente do modelo sobre o qual os testes são gerados; Implementação da semântica das APN, de forma a gerar oráculos para as baterias de testes; Redução das baterias de testes de acordo com alguns critérios de equivalência entre testes; Integração do trabalho com a ferramenta Alpina implementada como um plugin de Eclipe. [1] “SATEL - A Test Intention Language for Object Oriented Specifications of Reactive Systems”, Levi Lúcio. PhD. Thesis, University of Geneva, Geneva, 2008. Available at: http://smv.unige.ch/theses/files/coopn_testing.pdf [2] Olivier Biberstein. CO-OPN/2: An Object-Oriented Formalism for the Specification of Concurrent Systems. PhD thesis, University of Geneva, 1997. [4] The Alpina tool. Available at: http://alpina.unige.ch/


Start Date: 2009-09-01

End Date: 2012-03-06




Post-Graduation Student / Researcher / Professor:
  • Rui Domingues ( Departamento de Informática FCT/UNL )

Post-Graduation Supervisor(s):

Post-Graduation Jury:
  • Vasco Amaral
  • Ana Paiva ( Instituto Superior Técnico )
  • João Leite ( CENTRIA )
File Bottom